Jairo Marques

Assim como você

 

Eu "ando" pelo mundo

Tô numa “lezera” que parece que puxei dois caminhões de banana sozinho nos últimos dias... Carente Mas, bora concluir a semana! Hoje eu queria falar sobre algumas “curiosidadchis” do blog que “vo6” desconhecem.  Como esses últimos dias foram de balanço/enrolação Rindo a toa, acho legal dividir as informações com todo mundo.

Países: esse blog cheio de gente sem perna, sem braço, que não vê, que não escuta, que usa cadeira de rodas já foi acessado a partir de 121 países! Uhrúúú . Como o nosso projeto é dominar o planeta, falta pouco para termos um representante em cada canto do globo (vai, fala, fala que eu sei que você ta pensando: “inzibiiiido”! Muito triste) A temática desse diário, exclusivo para “estropiados”, é inédita entre os grandes meios de comunicação do mundo. Isso ajuda a puxar gente pra cá.

 “Ofi corsi” (pra tu que é burraldo e não fala inglês = é claro), porém, que o fato de ter brasileiro em toda parte da terra, afinal, a gente invade, mesmo Convencido, é o que determina isso! E quais são os top 10 countries? (country num é aquele chapéu véi que você na festa de exposição, não, é país, viu?!).

 

 

 

 

Puxado pela Silvetz, pela Debis, pela Diefani, pela Celia... os “Estadusunidos”, depois do Brasil, “craro, né, cróvis”, são o país que mais acessa o “Assim como Você”. Aêêê Em seguida vem a Alemanha, Portugal (onde eu sou bem entendido Rindo a toa), Inglaterra, Itália, Japão (acho um luxo ser lido de ponta cabeça. Como será que se escreve “malacabado” com pauzinhos? Sem jeito), Argentina (Pilaaaar, óia ocês ai!!!), França, Espanha e Canadá.

 

Cidades: A primeira colocada bem que poderia ser “Trelagoa”, né, não?! Mas as “internets” tá chegando aos poucos lá. Muito triste. São Paulo é o lugar que mais acessa o nosso blog com larga vantagem diante de qualquer lugar do planeta! Uuuuuia. É gostosa a sensação de saber que saí de uma cidade que se você piscar quando tiver passando por ela é capaz de nem ver Carentee chegar aqui onde se pisca, pisca, pisca e ninguém te dá vez pra entrar na via Muito triste (geeente eu tô meio lexotan hoje, né?) e conseguir atenção de tanta gente, ser reconhecido!

 Bem, “mas e as outras, tio”?! Que rufem os tambores!!! Acho que essa ninguém acerta! Rapai... a segunda cidade que mais acessa o “Assim como Você” é “Belzonte”!!!! Aêêêêêê  Brigado ai, Max, Carol, Virgis, Hermano e uma galera toda comedora de pão de queijo!!! Eu fico impressionado com a penetração (ui!) do blog em todo o Estado de Minas! 

  

Em terceiro, graças à dona Cleide, certamente, que faz “publicidade” do blog até pra menino recém-nascido Beijo, vem Brasília, seguida do Rio de Janeiro, onde a gente demorou a decolar, mas, agora, “tamo bombando” (empurrem ai, Carlão e Lene!);  Em quinto vem Campinas, depois Curitiba; São José dos Campos (só o Bob acessa ‘mir veiz’ por dia); Goiânia, porque a Adriana e o Rogério não fazem outra coisa a divulgar o projeto de dominação do mundo e, por fim.... tchanannnnn.... Bora voltar pra baladaaaa!!! Salvadoooorrr e Ribeirão Preeeto!!! Bem humorado

 Comunidade: Pra acabar, quero agradecer a uns “pessoal” doidinho de pedra que faz parte de uma comunidade do blog nos próprio “Orkut”, trem que o tio num entra porque tem medo de acharem meus podres surpreso.  A criadora é a Talitinha Godoy e parece que já tem ali duuuas ou três pessoas cadastradas Muito triste. Para acessar, é só clicar no bozo!Brincalhão

 Eu fico demais de contente de saber que há mais essa espaço como extensão do blog. E o povão da “comunidadchi” “di certeza” que programou uma festa de “verdadchi” pra comemorar um ano de blog!!! Uhrúúú. Anotem ai as instruções para quem quiser ir. Vou até mandar fazer trança nos cabelos pra ir bem gato! Muito feliz

 

 

  

Quando que é? No dia 30 de maio, mais conhecido como sábado. 

 

Onde qui é, heim?! Cervejaria Braugarten (você num achou que ia ser numa sorveteria, né? Muito triste), no Shopping Paulista, em São Paulo (SP)

 

Mai comé que faz pra xegá? O xopis fica bem próximo às estação Brigadeiro e Paraíso, do Metrô. Quem for de xaranga o endereço é Treze de Maio, 1947, Bairro Bela Vista. Tem estacionamento vip pros “matrixianos”.

 

Que hora que é? A partir das 18h, como eu durmo às 19h30 devido à idade avançada, “fafavor” de chegar cedo! Rindo a toa

 

 

Pra que a gente tenha mais conforto, quem firmar fé de que irá, por favor, mande um email para glorianeg@hotmail.com e debora_filhos@hotmail.com falando: “eu vô”!

 

Bom final de semana pra todo mundo e beijo nas crianças!

 

* Imagens retiradas do Google Imagens

Escrito por Jairo Marques às 00h28

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dez blogs

Desde que pari surpreso o “Assim como Você”, passei a frequentar vários outros diários para me inspirar, para me divertir, para incentivar outros trabalhos. Tenho prazer em palpitar em alguns textos, dar sugestões.

O mais louco é que algumas pessoas ficavam surpresas de um jornalista de um grande meio estar “zambetando” em blogs Rindo a toa. Como eu sempre digo, sou comedor de arroz com feijão, meu povo, e jornalista que não se intera com o mundo não tem condições, a meu ver, de ser um bom profissional. 

Hoje, elenco dez blogs que considero “maraviwonderful” e que, de certa forma, me sinto padrinho! Há muitos outros que adoro e os blogueiros sabem disso, aqui, estão apenas os que têm uma ligação direta com a questão da deficiência ou mesmo com a minha história!

http://oglobo.globo.com/blogs/maonaroda/ (Eduardo Camara e trupe): Sem dúvida, o melhor blog de aspectos técnicos sobre tudo que envolva a deficiência física. São pioneiros nas “internet”  e de muita qualidade

O Mão na Roda surgiu de uma necessidade danada que eu tinha de buscar - e compartilhar! - informações sobre o dia a dia de um cadeirante, como eu. Montamos uma espécie de equipe multi-disciplinar, com direito a cadeirante, especialista em acessibilidade e namorada de cadeirante, mas com o mesmo objetivo em comum:  passar adiante tudo o que sabíamos e aprender um bocado com os leitores. De lá pra cá a equipe cresceu, o blog ganhou ritmo e também parceiros importantes, como o Tio Jairo. Rumo à dominação do mundo, o "Assim Como Você" faz aniversário. Mas o presente nós ganhamos todo dia, quando viemos aqui e encontramos um novo post! Parabéns!

http://otempoqueexisteemnos.blogspot.com/ (Marli Cassiano): Pela delicadeza, pela coragem, pela emoção e por eu ser puxa-saco da Marli, que é xará da minha mãe Muito triste

 

Num desses dias achei o blog do Jairo e me identifiquei na hora com seu modo de abordar temas tão sérios de forma bem-humorada, muito parecido com as brincadeiras que faço no dia a dia e veio a vontade de escrever sobre as emoções, o que não tenho coragem de falar abertamente. Assim, com a ajuda do Fábio e surrupiando o nome de uma de suas poesias (tem tudo a ver comigo), criei esse diário contando minhas aventuras, de como é difícil ter dois “malacabados” na mesma família, de como não existe a menor possibilidade da gente desistir por conta disso. Muitas pessoas próximas só tiveram noção do que passamos através da publicação de um texto nosso no “Assim Como Você” e a partir daí deixamos de ser “aqueles seres de luz” para ser simplesmente nós.

http://thaisfrota.wordpress.com/ (Thaís Frota): Serviço, informação, curiosidade e arquitetura acessível da melhor qualidade

 

Há um ano comecei a acompanhar o blog do Jairo e me identifiquei muito, a forma didática de como é tratada a questão da pessoa com deficiência é única!  Eu sou arquiteta e trabalho com Acessibilidade, e me senti intimada a ter um blog que fale de descasos arquitetônicos e soluções de acessibilidade, e o Jairo "maraviwonderful" me incentivou muito!  Parabéns Jairo! E que seu blog permaneça tocando o coração de muita gente por muitos anos!

  http://causosdavidalheia.zip.net/ (Tia Crê): Fonte de inspiração, de diversão, de gargalhadas, de tudo!!!

Tem gente que fala que eu sô Hilária, mas esses tão inganado: Hilária é irmã da Hilda e da Hemengarda, um dia ainda conto uns causos delas procês. Sou Clementina da Camiranga, Sinhá pros amigos. Tenho um brog nas vereda do virtuar, uma varanda, onde reúno os amigo pra contá  causos da vida alheia. Meu subrinho e afilhado, o Jairinho, tá sempre lá, causo de que ele tomém gosta de deitá na rede e relaxá ouvindo as estórias do povim. Se ocê gosta de rir de gente e com gente ansim feito ocê, pode se achegá que minha varanda é inguar carro de pobre: sempre cabe mais um.

http://esclerosemultiplaeeu.blogspot.com/ (Bruna Rocha): Um tema cheio de conceitos desconhecidos e com visões erradas é desanuviado com inteligência, bom humor e ótimo texto

Conheci o Jairo vendo o Programa do Jô, e, assim como ele, me sinto vivendo na Matrix. Tenho Esclerose Múltipla (EM) desde meus 14 anos, e há pouco tempo, mantenho um blog sobre a doença na minha vida. Como já falei pro Jairo, a EM tem o super-poder da invisibilidade, porque olhando para um portador ninguém diz que a criatura tem alguma coisa. Mas esse super-poder acaba sendo também sua “desgraça”. O blog tem o objetivo de difundir pro mundo que diabos é essa doença xaropinha e quais são as dificuldades e obstáculos que ela coloca na minha vida. Parabéns, Jairo por manter esse blog mariwonderful “no ar”. Temos mesmo que nos unir para mostrar que ser diferente é a coisa mais normal desse mundo.

http://www.vnews.com.br/blog.php?id=27 (Luis Daniel): Um novo jornalista “malacabado” entrando no pedaço chutando a porta... tem talento, é dedicado e está ganhando terreno! 

 

 

 

 

 

O Reflexo sobre rodas no VNews (Ligado à Rede Vanguarda) é a versão mais recente do Reflexão sobre rodas, que nasceu em 2006 como um diário  de estudante de jornalismo, que por um acaso anda de cadeira de rodas. Nos ultimos tempos, ele decidiu, digo, eu decidi, que escreveria somente sobre "malacabados" até pra ele ter uma identidade própria. Claro que essa definição tem a ver com quando eu comecei a acompanhar o "That's like you" (o "Assim como você" Rindo a toa). A escolha deste tema me trouxe um grande crecimento pessoal e profissional. 

http://desculpenaoouvi.laklobato.com/ (Lak Lobato): Pela abordagem inédita, bem sacada e totalmente dentro da dominação do mundo

 

 Qual a diferença entre "ouvir" e escutar" ? Sob um narrativa poética e delicada da autora, surda desde os 10 anos e maravilhada com a criativa e divertida abordagem do "Assim como você", o blog "Desculpe, não ouvi!" convida a um mergulho silencioso, traduzido sob a ótica de quem tem deficiência auditiva. O texto faz as vezes de ponte entre dois universos distintos com a intenção de desmistificar o preconceito e aprender que é possivel, através da sensibilidade, escutar com o coração.

http://compulsaoporpalavras.blogspot.com/ (Fernanda Pereira): Delicadeza em abordagens sobre a vida, sobre amores, sobre dissabores...

 

 

Acompanhei o Assim Como Você desde o sigiloso processo de gestação quando você dizia: “tenho um projeto muito legal, vai me consumir muito tempo, mas se a Folha aprovar, vai ser maravilhoso”. E assim eu vi o blog nascer, dei palpite na diagramação, até em texto em tive a audácia de palpitar. Tenho orgulho de ser uma infiltrada, de mostrar os dentes e inflamar o “zóio” de sangue para estar na linha de frente de uma batalha que também é minha. E inspirada na sua coragem em contar os percalços do seu dia a dia, eu me inspirei a contar os meus. Não tão engraçados e nem com causa tão nobre, mas meus e que, nos dias em que meu fusca falha, ele me dá um arranque. Jairo, você é um daqueles caras que eu quero ser igual quando crescer, pessoal e profissionalmente. E o nome, Compulsão por Palavras, é todo inspirado em uma das nossas conversas, quando você me disse: “nós somos dois compulsivos, compulsivos por palavras.”

  http://cantodasperdas.blogspot.com/ (Gisele Azevedo): Pela coragem de abordar um tema de interesse para milhões de pessoas, sobretudo os deficientes. Informação de muita qualidade e divertida

Um blog onde são publicados textos explicativos e descontraídos sobre a incontinência urinária, a incontinência anal, as feridas e os diversos estomas. Escrito direto da roça de Sorocity, por uma profissional da área de reabilitação que acredita que "quando se perde o telhado, em troca se ganha as estrelas..." Perdeu-se? Então siga a trilha!

http://tocandoavidasobrerodas.blogspot.com/ (Evandro Bonocchi) – É meu brother, e eu mando nesse troço ... Ele conta histórias diversas sobre o mundo dos matrixianos

 

No blog escrevo sobre meu amores, minhas conquistas, minhas tragédias, mas sempre tentando fazer com muito humor, coisas sérias são chatas demais para mim. Não tenho pretensão que esse blog seja informativo e correto (para isso existem o "Assim como vc" e o "Mão na Roda"), muito pelo contrário, tento mostrar através dele, o quão normal um cadeirante é, sem fazer tipo de coitadinho, de santo, essas crendices tolas que cercam um deficiente.

Escrito por Jairo Marques às 08h04

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Jativi"

Neste primeiro ano, fui agraciado com centenas de palavras disparadas de várias cidades do Brasil por meio dos comentários. Algumas são de rolar de rir, outras emocionam demais da conta, outras tiraram meu couro. Tonto 

 

 

E também é preciso dizer qque algumas postagens ficaram para a história do blog no período. Pra contar um pouco disso tudo, fui pra cozinha, liguei o fogão, abri a geladeira e preparei um “jativi” pra “vo6”.  Para tudo. Não sabe o que é “Jativi”? Alôôôuuu... Rindo a toa Já te vi, saca? Algo que você já viu antes, vulgo “malmita” requentada, vale a pena ver de novo, entre outros.

 

 

Viciados: A primeira menção aos sintomas de vício pelo blog, pela turma do “Assim como Você” foi manifestada pela....?! Kassia, da Bahia!! Uhrúúúúú. Dá-lhe dendê pra essa coisa querida que até hoje empurra a kombi rumo ao domínio do mundo!

 

 

Seu blog é como "xiclete" gruda e acaba viciando kkkkkk, pois é jairo, matéria muito bem pensada,muita gente não tem idéia de como é ser cadeirante num país sem infra- estrutura alguma, pensa-se na massa e esquece que parte de uma população precisa de adaptações para que suas vidas possam ser vividas em sua totalidade, ainda bem que vc existe e faz uma grande parte dessa população"viciados sem cura" no blog, é claro kkkkkkkk,enxergar com outros olhos a realidade do nosso país,parabéns, excelente tema abordado! Kassia, de Salvador (BA), às 9h32, no post “Cadeira Elétrica", de 09/07/2008

 

O Campeão: Quem ai chuta qual foi o texto mais lido, em um só dia, de todos os tempos (até parece que tem tanto tempo assim, né, não? Muito triste) nesse diário que tem um monte de gente doida, mas que toma banho quaaaase todo dia? Ele se chama: Um motel para chamar de meu”, onde o tio conta a já conhecida mundialmentchi história dos perrengues que teve pra levar uma moça pra mode a gente conversar com mais privacidadchi num motel, é claro. Com vergonha

 

Uma choradinha incontida: Tem comentário que eu não “guento” de tanto que vocês me mimam ou mesmo mimam o personagem abordado. Esse tipo de retorno, de gente que abre mesmo os próprio coração e derrama emoção no blog, me pega no contrapé. Pra mim, é um impacto danado receber de vocês uma porção de experiências, de apoio, de empurrões, de carinhos. Eu nunca achei, juro, que o blog teria esse tipo de retorno das pessoas. A primeira vez que me lembro de não ter aguentado o impacto de um comentário e ter dado uma choradinha (ultimamente vira e mexe eu to enxugando os “zóio” Sem jeito), foi no comentário abaixo:

 

Jairo ,ontem li esta mensagem do teu blog por acaso e vi a linda bailarina. Corri, peguei um laptop, consegui conectá-lo à Internet da forma mais esdrúxula do mundo para que meu pai, um jovem senhor de 78 anos, que está temporariamente sem poder andar por causa de uma cirurgia visse também o vídeo. Na minha frente ele mal olhou, pois está com raiva do mundo, dizendo-se morto e acabado (apesar de todo nosso carinho e esforço para que ele se sinta melhor). Quando eu já ia saindo do quarto, juntando toda a fiarada que havia improvisado, ele disse: "Fia, o computador pode ficar aqui?" "Claro, né." Há dias, ele não se interessava por nada! Hoje cedo, quando cheguei na casa dele para dar um cheiro e um descanso à minha mãe, o encontrei fazendo a barba e cantarolando alecrim dourado. Acredita?! Milhões de beijo à linda bailarina. Parabéns à familia dela por ter uma jóia assim e saber reconhecê-la com tal. Vivi, de Fortaleza (CE), às 17h35, no post “O que sei e o que não sei”, de 19/09/2008


O popular: Por mais que o efeito “” tenha aumentado o público do blog, o que é ótimo porque assim o projeto de domínio do mundo por parte do povo da “Matrix” sai mais rápido, por incrível que parível Inocente, o post mais popular, o mais comentado, foi beeem antes disso...

 

O post “Um sorriso para Malu”, publicado em 27/07/2008, que conta a história de uma menininha mamulenguinha linda que participou, aos trancos e as barrancos, de um desfile de moda infantil, foi comentado por 166 pessoas. Estou desconsiderando o texto: “Quando o carteiro chegou”, que foi tumultuado demais e vocês viraram um “maribondão preto” pra me defender Rindo a toa. Este seria o recordista de comentário, com 180 recados deixados.

 

 

Os infiltrados: O termo infiltrado pegou mesmo aqui no blog. Pra quem ainda não sabe, o infiltrado é a pessoa que não tem nenhum tipo de deficiência, nem parente “malacabado”, mas que aderiu à causa de tornar o mundo mais acessível pra todos. Essa figura, dentro da Matrix, é de uma importância crucial, afinal, são os infiltrados que empurram o cadeirante na subida da ladeira, que atravessa o cego no farol, que dá papinha pros mamulengões? Muito triste Hoje o blog já conta com uns dois ou três nessa “catiguria”, né, não? A primeira vez que o termo apareceu no blog foi...

Jairão, desse jeito atraso todo meu serviço, sabe como é, não consigo chegar cedo e até ler seu blog, daí não consigo ficar sem fazer um coments...mas to dentro!!! e por falar nisso, como vc diz :" Ai Gzuis!!! que Doutora Linda essa heim...Ela esta de parabéns, não só pela beleza exterior, mas pela interior, acho muito lindo essas pessoas que abraçam a causa, apesar de não serem "matrixianos"...eu por exemplo, vergonhosamente abracei a causa só depois de ganhar meu "cavalo de aço"...Mas é isso aí, só dominaremos o mundo com todos unidos, os matrixianos e os "infiltrados" (essa é nova,heheheh). Meu querido um grande abraço e cada dia mais fico admirado contigo, isso porque não te conheço pessoalmente, imagina quando te ver cara a cara, acho que me apaixono...(êta bopilossi) O pessoal é brincadeira viu, sou casado e bem casado.hahahaha. Augusto Toledo (quase ninguém conhece esse EMOTION), de Indaiatuba (SP), às 10h34, no post “Sobre leitores e universitários”.

O meu xodó: Se eu conseguir, ainda nesta semana vou contar um pouco sobre o meu processo meio doido de escrever aqui pro blog. Alguns textos, quando eu termino, digo pra mim mesmo: “esse passa de ano; esse vai pra recuperação” Muito feliz. Mas, há textos que eu curto o resultado final e é muito legal quando sou coroado (ui), com uma boa repercussão de vocês, meus queridos leitores. O xodó pra mim foi o texto: Na busca de um milagre”, publicado em 14/09/2008, e fala sobre como é para a família de um deficientchi como eu ficar procurando uma solução para o malacabamento.

Escrito por Jairo Marques às 08h03

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Os vencedores

“Zente”, dando sequência (agora sem trema) às 'festividadchis' de um ano do "Assim como Você",  vamos aos ganhadores da Promoção e Pramocinha, que faturaram um brinde “maraviwonderful” (umas borsinhas inacreditívies de lindas! Muito feliz), da Modus Ateliê, que faz pensando nesse povo 'malacado'! Uhrú

 

A disputa foi muito acirrada e os jurados (O “Rô” Veloso, a “Silvetz” Dutra, a “Leiloca” Santos, a “Paulinha” Pavan e a “Lulu” Isabel) tiveram de fazer duas rodadas de votação.

 

 

Foto de Rapha Bathe

 

O empate não foi resolvido e eu, como democrata e “minino bão” que sou Convencido, resolvi que teremos três vencedores e não dois!!! Aêêêê

 

Todos irão receber os trem em casa, enviado diretamente dos “pessoais” da Modus, a quem eu agradeço pelo sucesso da premiação! (Vem outros lances doidos por ai pra matrixianos e infiltrados!)

 

Agora chega de blá-blá-blá ... And the Oscar goes to.... Opa, Muito triste e os vencedores são:

 

 

Marcos Camilo, de Telêmaco Borba (PR)!!! Mandou beeeeem, heimmm, nêgo?! Rindo a toa

 

O que você faz para que a Matrix domine o mundo?

 

“Faço do meu corpo uma rampa de acesso à liberdade e a felidade. Através dele, expresso todo o desejo de viver de um matrixiano, assim como de sonhar cada dia com mais intensidade, fazendo a diferença no mundo tão desigual.”

 

 

Augusto Toleto, de Indaiatuba (SP)!!! “Mai” que rapazinho esperto, né, não?! Jóia

 

O que você faz para que a Matrix domine o mundo?

 

“Para dominar o mundo materializo-me diante da sociedade, dando voz aos meus direitos e forma ao meu cavalo de aço, apresentando-me como sou,  um MATRIXIANO com direitos e deveres como um ser humano comum.” 

Foto de Rapha Bathe

 

 Vera Lucia Alba Reis Dias, de Santos (SP)!! Ufa, pensei que só “homi” ia faturar tuuudo! Rindo a toa

 

O que você faz para que a Matrix domine o mundo? 

 

“Para que a Matrix domine o mundo, eu sou assim, Assim como você!”

 

Uhrúúú! Parabéns aos vencedores e muito obrigado a todo mundo que participou com frases "bacanudas", mas que não deram aquele o "fatalit" nos jurados. Então, toca Raul e "Tente outra vez"!!! Muito triste E bora seguir a festa.

Escrito por Jairo Marques às 08h21

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Um ano depois!

É, ‘pessoais’, hoje o dia se faz mais do que especial para este diário.

Montado numa cadeira de rodas, guiado por um cão guia, usando aparelho nos ouvidos, andando com auxílio de uma prótese, de uma muletinha, dando uma mancadinha, uma babadinha, às vezes Rindo a toa, ou mesmo “perfeitinhos”, chegamos ao aniversário de um ano do “Assim como Você”.

Muita gente me pergunta qual o tempero que uso pra fazer essas “duas ou três pessoas” me acompanharem todos os dias e toparem um desafio singelo Com vergonha de “dominar o mundo” para que ele seja um lugar melhor e mais acessível pra qualquer “serumano”.

Tendo a achar que esse tal tempero é formado por vários ingredientes: a abertura, sem pudores, das minhas histórias vividas em um mundo paralelo, batizado aqui de “Matrix”, habitado também por outras milhares de pessoas;

A ousadia de abordar um tema tão “duro” (ui Muito triste) que envolve essa gente que faz xixi de canudinho, que não vê, mas sente, que não sente, mas ama, que precisa de alguns detalhes especiais para interagir com o mundo, tudo feito com uma linguagem nada conservadora, nada comum, nada pomposa.

Isso aqui é um boteco aberto 24 horas por dia para quem quiser palpitar, para quem quiser traçar novos planos de dominação do mundo Convencido, para quem quiser aprender algo sobre a deficiência, para quem quiser esquecer suas pequenas derrotas cotidianas e começar a armar uma estratégia maior para viver melhor, bem melhor.

Sou extremamente grato aos meus queridos leitores que me fizeram de um jornalista que relatava nuances do mundo em um “presidente” de um outro mundo.

A cada comentário (são cerca de 10 mil, ao todo), a cada email recebido (são cerca de 5 mil) sinto como se vocês me dissessem: “Vai, Jairo, vai que estou contigo”.

Por isso, não me importo de, quando possível, interagir, discutir, dar uma brigadinha Carente, rir, chorar, abraçar, empurrar e vibrar com cada um de vocês.

Casualidade ou não, neste último ano começou uma revolução pouco silenciosa de um povo “malacabado”. Estamos mais nas mídias, nas “internets”, nas discussões de quem manda e também nas de quem obedece.

Criou-se, com este espaço, uma grande rede de gente que toma atitudes diárias para garantir que a pessoa com deficiência possa ser vista de uma forma diferente, rompendo velhos estigmas, velhos  conceitos, velhos olhares... porque, afinal, “véio” nessa história é só...?  Muito triste

Também por “acaso do destino”, justamente hoje, uma penca de prefeitos do interior de São Paulo vão assinar um pacto, um documento oficial com o governo de Estado, com o compromisso de tornarem suas cidades plenamente acessíveis.

É com muita alegria e com um uma reverência de agradecimento aos seguidores dessa causa (com a incrível e adorável adesão de milhares de ‘infiltrados’), que comemoro esse primeiro ano, quando o bebê não mais titubeia e já consegue dar alguns passos com firmeza.

Para celebrar esse momento, nada melhor do que uma homenagem aos pioneiros, aos colaboradores que atuam nos bastidores dessa longa viagem à bordo de uma Kombi “véia”, mas que segue firme rumo ao propósito de tornar todos os lugares mais plenos para todas as pessoas.

 

 

Abaixo, vocês poderão apreciar uma “sinfonia inacabada”. Sim, porque mais e mais convidados chegam todos os dias e a música, então, nunca acaba.

Os que chegaram por agora, aos “antigos” que por ventura eu tenha me esquecido, peço desculpas e peço para que não fiquem “bicudos” Ficando velho, outras festas ainda faremos juntos!!!

Aumente o som, amplie a tela, arraste os móveis e dê espaço para comemorar comigo um ano de um espaço que é “Assim como Você”!

Escrito por Jairo Marques às 00h04

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Jairo Marques Jairo Marques, 37, jornalista pela UFMS e pós-graduado em jornalismo social pela PUC-SP. Trabalha na Folha desde 1999. É colunista do caderno "Cotidiano".
Twitter Twitter RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.